FMI prevê crescimento acelerado para a economia angolana

11

Segundo o FMI, as perspectivas económicas a médio prazo são favoráveis, com o crescimento projectado a atingir cerca de 4 por cento. 

Os planos das autoridades angolanas para reformas estruturais que promovam o crescimento e os esforços para impulsionar a diversificação económica estão a ser projectadas para trazer gradualmente o crescimento não petrolífero para 5 por cento, enquanto o setor petrolífero continuará estagnado. 

Apoiado pelos elevados preços do petróleo, os saldos orçamentais globais deverão permanecer positivos, contribuindo para um rápido declínio no rácio da dívida pública em relação ao PIB. Além disso impulsionado pelos preços do petróleo, o saldo da balança corrente deverá manter-se excedentário no médio prazo, enquanto as estimativas de saída de capital são maiores do que anteriormente, uma vez que se espera que as empresas petrolíferas internacionais repatriem o seu investimento mais rapidamente

Próximo artigoTempo de alegria e de chegar ao povo